5 dicas básicas de jardinagem, só para principiantes

0
148

Se é principiante e está a começar a cuidar da zona mais verde da sua casa, vamos partilhar consigo algumas dicas básicas de jardinagem para o ajudar nesta tarefa.

Dicas básicas de jardinagem

1 – Acerte na compra

Se optar por não comprar diretamente no produtor – em mercados de distribuição de flores –, pergunte ao vendedor qual é o melhor dia para comprar e quais as espécies que são mais novas.

A regra vale tanto para flores que já vêm cortadas como para aquelas que pretende cultivar em vasos.

Aprenda a identificar as suas características, porque nem sempre ter botões é sinal de que a flor é nova. Observe o caule e as folhas. Eles devem ser verdes e viçosos. Sinta o cheiro. Quando a planta está mais velha, o cheiro não é tão agradável. E por fim analise a qualidade das pétalas.

2 – Cuidados especiais

Um ambiente com flores é sempre valorizado, pois elas dão alegria, cor e vida aos espaços. Mas, para crescerem viçosas, especialmente em apartamentos e outros ambientes interiores, necessitam de alguns cuidados especiais, que começam logo na escolha das plantas. Afinal, cada espécie exige iluminação, temperatura, rega e tipos de vasos apropriados.

3 – Hora de regar

A frequência das regas e a quantidade de água variam bastante, dependendo da espécie, do clima e do vaso escolhido. Se as plantas estiverem em recipientes de barro ou de fibras vegetais, vão precisar de regas mais constantes.

Isso porque estes materiais facilitam a evaporação da água, ao contrário dos vasos mais impermeáveis, como os de plástico ou de cerâmica. E lembre-se das diferenças: espécies como samambaias, por exemplo, precisam de muita água e os cactos, de pouca.

4 – Sol ou sombra?

Plantas cultivadas em apartamento geralmente desenvolvem-se melhor em temperaturas mais altas, entre os 20 e os 25º C. Por isso, a melhor solução é plantá-las em jardineiras nas varandas ou junto de uma janela, sempre num local onde receba sol, principalmente pela manhã. Exceto espécies como maria-sem-vergonha e prímula, que se desenvolvem melhor na sombra.

5 – Vasos e mais vasos

Muito mais do que suportes, os vasos também têm um papel importante na decoração. Podem ser de cimento, porcelana, madeira, acrílico, barro e muitos outros materiais.

Mas, para além da sua função decorativa, eles devem apresentar requisitos funcionais, como uma boa drenagem.

A escolha do vaso certo aliado a um solo rico em composto orgânico, com os respetivos furos de drenagem para favorecer o escoamento da água, já que a humidade excessiva em redor das raízes causa o apodrecimento dos caules e a consequente morte da planta.

A sua opinião
[Total: 1 Média: 5]