Como cuidar das Violetas Africanas

0
3035

Difícil encontrar alguma pessoa que diga não apreciar as violetas africanas uma planta mimosa que é a favorita das pessoas que querem ter dentro de casa flores bonitas e de fácil cultivo.

Como planta herbácea de raízes pequenas, ela não necessita de um vaso muito grande, mas que tenha a boca mais larga, para dar apoio a toda a roseta de folhas. É comercializada em vasos de plástico de tamanho pequeno que podem abrigá-la até um ano.

As violetas africanas

Na época em que ficar somente vegetativa, isto é, não tiver flores, poderemos transplantá-la para um vaso maior de plástico ou cerâmica.

Nesta época também poderemos retirar folhas.  As folhas mais velhas são retiradas da porção basal para não prejudicar o visual da matriz.

O enraizamento das folhas novas

Preparação do substrato (solo) e o implante

  • Vamos fazer a preparação do substrato de enraizamento, neste caso perlita.
    Mas pode ser também areia de construção, vermiculita, casca de arroz ou pó de coco.
  • Encharque abundantemente o substrato de enraizamento e deixar escorrer (deve ser um vaso com furos para drenagem).
  • Deixar em local iluminado mas sem sol direto, mantendo o substrato húmido.
  • Coloque as folhas com ou sem pecíolo, enterrando no substrato.

Tapar o vaso para preservar a humidade até se criar um novo enraizamento

Cobrir o vaso com as folhas com plástico transparente, para evitar a perda da humidade.
Dentro em pouco, estará enraizada, começando a produzir uma roseta de folhas.

Colocar em vaso com substrato preparado, regar e deixar em lugar bem iluminado, mas sem sol direto até desenvolver mais folhas, sinal que se sente bem neste vaso.

Cultive as suas violetas africanas, compre vasos com cores de flores diferentes, faça uma linda coleção.

Presenteie amigos, eles irão lembrar-se sempre de si com carinho.

A sua opinião
[Total: 1 Média: 5]