Polpa da Aloé Vera: aprenda a extrair esta polpa medicinal

1
7321

É na polpa da Aloé Vera que estão concentradas as propriedades medicinais desta planta.

Das várias espécies diferentes de plantas de Aloé Vera, apenas cinco têm propriedades terapêuticas significativas: o aloe barbadensis miller, o aloe perryi baker, o aloe ferox, o aloe arborescens e o aloe saponaria, sendo o aloe barbadensis miller o mais utilizado e mais potente.

Os Aloé Vera têm a sua fase de maturação quando as folhas começam a espigar com cerca de quatro anos. Dos rebentos de formas esguias e finas, que surgem no centro e no topo da planta, começam a despontar os espinhos macios que depois desabrocham em flor.

Debaixo da casca do Aloé Vera estão conjuntos vasculares ou tubos de xileno e foemo. O xileno transporta os materiais sintetizados até às raízes e outras partes da folha. Estes materiais constituem a polpa da Aloé Vera que contem as excelentes propriedades medicionais.

Como extrair a polpa da Aloé Vera

Para extrair a medicinal polpa do interior da Aloé Vera deverá seguir os seguintes passos:

  • Cortar uma folha de aloé vera na sua base com uma faca bem afiada para uma melhor cicatrização;
  • Coloque a folha num papel absorvente;
  • Cortar a folha no sentido do comprimento em pedaços de 2 cm de largura;
  • Espere 3 minutos, até que a seiva amarela caia no pedaço de papel;
  • Retire as pontas espinhosas;
  • Cortar cada pedaço no meio em duas fatias iguais;
  • Recuperar a polpa da aloé vera com a ajuda de uma espátula de madeira.

Para saber mais sobre a Aloé Vera:

A sua opinião
[Total: 8 Média: 4]

1 Comentário

  1. Nunca use o gel de aloe vera em cortes profundos ou na pele com bolhas. Ele so deve ser usado em irritações superficiais, já que pode evitar que as feridas profundas cicatrizem direito.

Comments are closed.