Baobá ou árvore-dos-mil-anos

0
5258

O baobá (Adansonia digitata) é uma das árvores mais úteis do Sahel e por isso, a população protege-o e venera-o. Como fonte de sombra e ponto de referência na paisagem, serve de local de reunião para os mercados ou outras manifestações.

As folhas ricas em cálcio, ferro, proteínas e lípidos, constituem um complemento alimentar muito útil.

O fruto é vulgarmente chamado “pain de singe”. A sua polpa permite a fabricação de bebidas refrescantes, ricas em vitaminas B1 e C. As plântulas jovens e as suas raízes comem-se como os espargos.

As sementes negras que se encontram na polpa podem ser grelhadas e consumidas. Contêm mais proteínas que o amendoim e têm uma percentagem de lysine (ácido aminado indispensável ao crescimento) mais elevada que as leguminosas.

Na altura da subida da seiva, os camponeses extraem a fibras da cortiça a uma altura de 1,50 metro sobre toda a circunferência para confecionar cordas.

A madeira macia e esponjosa não é praticamente utilizada. Contem muita água, até 10.000 litros, nas árvores mais grossas. Em caso de seca, os homens e os animais mastigam-na para atenuar a sede.

As árvores mais velhas têm, muitas vezes cavidades naturais ou escavadas que servem como cisternas de água ou como celeiro para cereais e outras provisões, quer como refúgio ou local de sepultura.

O baobá é uma árvore muito resistente ao fogo e à seca

Não se lhe conhecem muitos inimigos:

  • As mais jovens são destruídas pelos animais ou pelo fogo,
  • As maiores são danificadas pelos elefantes que partem os ramos,
  • As mais velhas são fulminadas pelos raios, derrubadas pela tempestade ou caiem.

Um baobá na sua sala

  • Coloque-o num local quente (temperatura miníma 12°C) e com bastante claridade, perto de uma janela. Há regiões onde é possível colocá-lo no exterior, a partir do mês de Junho até Setembro.
  • Regue-o generosamente quando o torrão de terra está seco. Pode esperar 1 mês até à rega seguinte. Continue as regas mesmo que o baobá perca as folhas durante o Inverno.
  • Pode deixar crescer o seu baobá como uma planta de interior transplantando-o num pote de barro de tamanho apropriado ou num recipiente de reserva de água.

O baobá transplanta-se de dois em dois anos:

  • Pode as raízes por um terço do seu comprimento.
  • Escolha um pote de terracota com buraco, de um tamanho superior.
  • Encha-o com uma mistura de terriço (70%) e de areia (30%).
  • Envase-o e regue-o.

Designação em latim: Adansonia digitata
Origens geográficas: África, do Sahel ao Transvaal, em zona secas de savana.
Dimensões adultas: Até 24 metros de altura, diâmetro do tronco podendo atingir 8 a 9 metros.
Folhagem: Caduca durante a estação seca.
Floração: No fim da estação seca ou mesmo antes das primeiras chuvas, muitas vezes antes das primeiras folhas.
Tipo de solo: De ligeiramente ácido a calcário, de preferência seco.
Clima: Temperatura superior a 12°C.
Exposição: Sol.

A sua opinião
[Total: 1 Média: 4]