De tesoura na mão

1
3107

Não se esqueça de podar as suas árvores de fruto…

A poda é fundamental para a sáude e o pleno desenvolvimento das árvores e dos arbustos de fruto. Esta é, assim, uma operação essencial e necessária. E não pense que é muito complicada…

Duas regras são básicas:

Ramos compridos
Para facilitar a cicatrização, corte os ramos na exacta intersecção com o ramo principal.

Se cortar um pouco de mais, a ferida será maior e o processo de cicatrização mais lento.

Ramos pequenos
Corte estes ramos logo acima do gomo e de forma oblíqua. Além disso, não deixe ramos estalados, pois podem provocar a morte ou o apodrecimento da madeira.

Deixamos-lhe agora algumas dicas para podar as suas árvores e arbustos…

Macieiras

Grande parte das macieiras só deve ser podada depois de ter atingido a maturidade e com intervalos de 4 a 5 anos.

Objectivo: suprimir os ramos supérfluos, mortos e doentes. No entanto, e de maneira a que os frutos cresçam saudáveis e saborosos, convém ir desbastando a árvore – só eliminado os ramos mais densos é que conseguimos fazer chegar a luz necessária ao amadurecimento de todos os frutos.

Como fazê-lo?

Antes de tudo, a melhor altura do ano é o Verão – durante o Inverno, a poda pode estimular a formação de novos rebentos.

Alguns pontos são essenciais:

elimine os ramos verticais, os que tiverem doentes e os que já se encontram mortos;
elimine os ramos mais salientes da copa e/ou aqueles que se encontram mais próximos do chão;
conserve os ramos que crescem na horizontal e aqueles necessários para a manutenção da forma da árvore;
não corte as pontas dos ramos, nem faça cortes nos rebentos laterais.
Importante é, ainda, tornar os frutos acessíveis. Para isso, corte um ou mais ramos principais e conserve os ramos horizontais mais baixos.

O essencial é, no fundo, facilitar o acesso à árvore e, ao mesmo tempo, garantir a sua forma harmoniosa. Prefira fazer esta operação em Agosto ou Setembro.

Pereiras

Estas árvores de fruto produzem ramos bastante vigorosos que têm tendência para crescer na vertical. Por isso, convém podá-las a cada dois ou três anos. O processo é semelhante ao descrito para as macieiras.

Revitalizar uma velha pereira também não é uma operação muito complicada…

Faça uma poda radical, durante o período de Inverno, para estimular o seu crescimento.

Não se esqueça de eliminar os ramos mortos e doentes e de cortar, pelo menos, um terço dos ramos pela metade do seu comprimento.

Framboeseiras

Depois de todos os frutos terem sido colhidos, corte os pés mais velhos que se encontram rentes ao solo.

Para as variedades que frutificam no Outono, esta operação deve ser feita no Inverno ou no início da Primavera.

Amoras e Híbridos (cruzamento entre a amora silvestre e a framboesa)

Aplique o mesmo processo para as framboeseiras. Além disso, tente conservar os rebentos jovens.

Groselheira-negra

Começando pelos mais antigos, corte um de cada três ramos pela base. Repita esta operação com intervalos de 3-4 anos.

Groselheira-espim e groselheira-de-cachos

Elimine os ramos velhos e nodosos, bem como os rebentos mais frágeis. Se o arbusto continuar frondoso, corte alguns ramos por inteiro.

Ameixeiras

Sem grandes complicações, basta cortar os ramos e os rebentos doentes ou mortos e, por vezes, um ou outro ramo mais vigoroso.

Quanto aos ramos mortos, elimine-os de preferência no Verão e corte-os até atingir madeira viva.

Para facilitar o acesso aos frutos, pode alguns ramos mais vigorosos.

Hoje em dia, existem no mercado inúmeros livros com desenhos explicativos que lhe permitem ver como se deve podar uma árvore.

Se tiver dúvidas, e se assim o quiser, não hesite em consultá-los.

A sua opinião
[Total: 0 Média: 0]

1 Comentário

  1. O seu comentário: Gostaria, se posivel, ter informações sobre plantação de mirtilhos, framboesas, amoras…..todos os frutos desta espécie. Datas, melhor terra, rega…..

    Obrigado.

Comments are closed.