Rosa do deserto ou Adenium a suculenta florida

1
3966

A Adenium Obesum pertence à família Apocinacea e é uma suculenta de aspeto escultural e floração exuberante. Conhecida popularmente como rosa do deserto, tem o caule grosso na base (uma adaptação para armazenar água e nutrientes) que pode atingir um metro de diâmetro.

As suas flores, em forma de trompete, possuem cores bem variadas, indo do branco ao vinho escuro, passando por diferentes tons de rosa e vermelho, podendo ainda apresentar mesclados e degradês do centro em direção as pontas das pétalas.

O florescimento da rosa do deserto acontece praticamente o ano inteiro, mas principalmente na primavera.

Ficha da Planta: Rosa do deserto

  • Nome Científico: Adenium obesum
  • Nome Popular: Rosa-do-deserto , Adenium
  • Família: Apocinaceae
  • Origem: Sul da África e Península Arábica
  • Ciclo de Vida: perene
  • Floração: praticamente o ano inteiro
  • Luminosidade: pleno sol ou meia-sombra
  • Propagação: estacas caulinares e sementes

A rosa do deserto pode ser cultivada à meia-sombra, porém, florações abundantes só serão obtidas sob sol pleno (que é mais recomendado para essa espécie), e deve ser plantada em solo arenoso, com optima drenagem, irrigado em intervalos espaçados e regulares.

Mas não é bom deixá-la muito tempo sem regas e é preciso também prestar atenção para que o solo não fique encharcado, pois, apesar de ser uma planta bastante resistente, por ser originária de locais áridos, não tolera húmidade excessiva e pode apodrecer facilmente. Ela também não tolera o frio abaixo de 10° C.

Dica importante: podas de formação na rosa do deserto devem ser criteriosas para não formar deformações não naturais e cicatrizes feias na planta, mas se mesmo assim for podá-la, use luvas, pois a sua seiva é altamente tóxica.

A sua opinião
[Total: 2 Média: 5]

1 Comentário

Comments are closed.